Projetos / Projects    Bio / CV    Textos / Texts    Lattes / Orcid    GAIA 

Outra 33 Bienal de São Paulo
Another 33rd São Paulo Biennial


Website, experiências com Inteligências Artificiais, vídeos, fotografias, audio, texto etc.
Website, AIs experiences, video, images, sound, texts etc. etc. etc. etc. Project commissioned by the 33rd Biennial of São Paulo, 2018.





Para além do discurso oficial, há outras compreensões possíveis da 33ª Bienal. Com colaboração do pesquisador Gabriel Pereira, do programador Bernardo Fontes, da produtora Nina Bamberg e do designer Guilherme Falcão, Moreschi criou modos alternativos de compreensão da exposição: análises de imagens da Bienal por Inteligências Artificiais; faixas do audioguia com comentários de guardas, montadores e funcionários da limpeza; ampliações dos textos da Bienal; filmagens não convencionais da montagem; registros das reações do público etc.

A partir de 4 perguntas propositadamente amplas...

O que é presença, hoje?
O que os não especializados têm a dizer?
O que reverbera?
E o que fica?

... esse projeto constitui um arquivo alternativo ao da instituição e investiga as etapas de registro dos discursos oficiais. Assim, pesquisadores têm aceso a um material que revele parte do funcionamento do sistema da arte e que estimule pesquisas experimentais sobre exposições de grande porte como é a Bienal de SP.

Mais informações no site outra33.bienal.org.br
Beyond the official discourse, there are other possible ways of understanding the 33rd Biennial. With the collaboration of researcher Gabriel Pereira, programmer Bernardo Fontes, producer Nina Bamberg and designer Guilherme Falcão, Moreschi created alternative modes of comprehending the exhibition: AI analysis of the Biennial’s images; audio guide tracks with the commentary of guards, exhibit technicians, and cleaning workers; Biennial text’s extensions; unconventional recordings of the setup; records of the reactions of the public etc.

Departing from four purposely broad questions...

What is presence today?
What do non-experts have to say?
What reverberates?
And what is left?

... this project constitutes an alternative archive to that of the institution and investigates the stages of creation of the official discourse. Thus, researchers have access to a material that reveals part of the functioning of the art system and that stimulates experimental research on large-scale exhibition such as the São Paulo Biennial.

More informations in outra33.bienal.org.br




Apresentação do projeto em seminário na Bienal de São Paulo. Por favor, assista caso queira entender o projeto.
Presentation of the project at a seminar at the São Paulo Biennial (with English subtitles). Please watch if you want to understand the project.



ALGUMAS AÇÕES – visite o website oficial do projeto para ver todas as ações:
SOME ACTIONS
– visit the official website of the project to see all the actions:

Ação Registros decodificados: passado oficial
Imagens antigas do acervo oficial da instituição Bienal são interpretadas por um conjunto de Inteligências Artificiais.A intenção é analisar como a compreensão do passado se transforma quando ele é submetido a ferramentas contemporâneas de leitura de imagens.

Action Decoded records: the official past.
Old images from the official archive of the Fundação Bienal are here interpreted by a set of artificial intelligences. The aim is to analyze how the understanding of the past is transformed when read by contemporary tools for the reading of images.









Ação Registros Decodificados: construção do espetáculo.
Action Decoded Records: construction of the spectacle.




Ação Audioguia: mais vozes.
Action Audio guide: more voices.




Ação Golpe.
Action Coup d’État.



Workshop "Potential Liberatory Visions of the 33rd Sao Paulo Biennial System" with Dalida María Benfield, Christopher Bratton and Bernardo Fontes.



Visitas a cegas durante a Bienal fechada. Blind visits during the closed Biennial.





A maior obra da 33ª Bienal de São Paulo

Na madrugada de 21 de outubro, Jota - Misfts, Jotinha - Inopia, Rod - Furto e Insana realizaram uma grande pixação não autorizada na fachada do prédio da Bienal. Tudo foi filmado pelo cinegrafista Ossophoto. Na manhã do dia seguinte, a instituição apagou a intervenção. Conseguimos encontrá-los e conversar com eles.
The biggest work of the 33rd São Paulo Biennial

In that wee hours  of October 21, Jota, Jotinha, Furto, Insana and filmmaker Glauber made a large unauthorized graffiti tagging on the Bienal building. In the morning of the following day, the institution erased the artistic intervention. We managed to find and talk with them.




Textos ampliados: Conteúdo textual da 33 Bienal ampliados a partir de técnicas de criação de fake news.
Expanded texts: Textual content of the 33 Bienal expanded by its synonyms using techniques for creating fake news.







    ------ [another] ------